fbpx
Oops...
Slider with alias rio-open not found.
Oops...
Slider with alias rio-open-mobile not found.

Essa ação é um iniciativa da RIO OPEN junto com a Play For a Cause, empresa que gera recursos a partir da venda de itens esportivos usados em treinos e partidas oficiais e que somente esse ano já investiu aproximadamente R$ 100.000,00 em projetos de educação no país!

Essa ação é um iniciativa da RIO OPEN junto com a Play For a Cause, empresa que gera recursos a partir da venda de itens esportivos usados em treinos e partidas oficiais e que somente esse ano já investiu aproximadamente R$ 100.000,00 em projetos de educação no país!

Nenhum resultado encontrado.

Instituições beneficiadas

Essa ação vai apoiar projetos que fomentam a prática de tênis como ferramenta de transformação social. Para receber esse apoio, foram selecionadas as instituições: Escolinha de Tênis Fabiano de Paulo – Rocinha, Projeto Tênis na Lagoa e Projeto Futuro Bom.

Escolinha de Tênis Fabiano de Paula

Localizada na comunidade da Rocinha, a escolinha de tênis promove o desenvolvimento de até 200 crianças e adolescentes através da prática do tênis. Fabiano conheceu o tênis trabalhando de boleiro para ajudar a família e se tornou tenista profissional, sendo um dos 200 melhores tenistas do mundo ao longo da sua carreira.

Projeto Futuro Bom

O Instituto Futuro Bom é uma instituição sem fins lucrativos, que teve seu início em 2013. Criada com o objetivo de utilizar o tênis e a educação como ferramenta de inclusão social e desenvolvimento da criança e jovens em situação de vulnerabilidade. Desde a sua criação o Instituto já atendeu mais de 400 crianças e jovens, incluindo cadeirantes e crianças com problemas mentais.

Projeto Tênis na Lagoa

Criado em 2004 pelo professor de tênis Alexandre Borges, o Projeto Tênis na Lagoa, começou atendendo 60 crianças das comunidades da Cruzada São Sebastião, Vidigal e Rocinha, todas na Zona Sul do Rio de Janeiro. No mesmo ano da criação, Alexandre convidou o ex-tenista Thomaz Koch para ser padrinho e hoje são 180 crianças e adolescentes de 6 a 17 anos atendidos, com aulas ministradas por Alexandre. Com a parceira da Prefeitura, o Projeto tem a autorização para utilizar quadras públicas localizadas em frente ao Clube Monte Líbano, na Lagoa Rodrigo de Freitas.

Menu